Submetralhadora Spectre do Valorant: Guia Completo

0

A Riot Games estará oficialmente entrando no gênero de jogos de tiro em primeira pessoa quando Valorant chegar ao mercado ainda este ano. Este título é um jogo FPS tático baseado em personagens, onde duas equipes de cinco competem para se eliminar e serem coroadas vitoriosas. Dentro do jogo, além de escolher seu personagem, o jogador terá também uma variedade de armas para comprar para poder derrotar seus adversários. Neste tópico, vamos falar sobre todas a submetralhadoras, também conhecidas como SMGs, presentes em Valorant. Atualmente, o jogo conta com duas submetralhadoras diferentes, sendo uma delas a Spectre.

Submetralhadora Spectre

A Spectre é significativamente mais cara que a outra SMG presente no Valorant, a Stinger, custando um total de 1600 créditos. Dado que a quantidade mínima de créditos que você ganha no início de uma rodada no Valorant, no caso quando o jogador perde a rodada anterior, é de 1900 créditos, a Spectre pode ser um investimento caro. É melhor comprá-la quando você e sua equipe começarem a acumular uma quantia razoável de dinheiro e, mais importante, ter um orçamento maior que os inimigos. Dessa forma, você não precisa investir em armas como os rifles, que são caros, mas ainda assim terá uma vantagem de armamento na rodada.

Surpreendentemente, tiros no corpo e nas pernas com a Spectre causam um pouco menos de dano do que os mesmos tiros utilizando a submetralhadora Stinger, que é 600 créditos mais barata. No entanto, isso é bastante compensado pelo dano de tiro na cabeça que a Spectre causa. Apenas dois tiros na cabeça com a Spectre derrubarão um oponente a até vinte metros de você, mesmo que ele esteja com saúde e escudos cheios. Além dessa distancia, será necessário um terceiro tiro adicional na cabeça para derrubá-los, mas esse terceiro tiro pode ser acertado em qualquer outra área do corpo do oponente.

Abaixo, você pode ver uma tabela com as informações da Spectre disponibilizadas pela própria Riot Games.

Reprodução: Facebook Valorant Brasil oficial da Riot Games

Outra vantagem que a Spectre tem sobre a Stinger na categoria SMG é sua precisão. As primeiras balas disparadas pela Spectre são impressionantemente precisas e até o recuo é facilmente controlado. A mira arrasta lentamente, mas não incrivelmente longe, facilitando a rajada de tiros.

Quando atinge o topo do seu recuo vertical, a Spectre começa a balançar da esquerda para a direita. Ao contrário do recuo vertical, esse balanço é difícil de prever e combater. Para controlar o recuo da Spectre, basta arrastar o mouse para aumentar a chance de as balas atingirem o alvo. Combater o balanço da esquerda para a direita é super difícil, mas pode ser feito com um pouco de treino. Geralmente, a Spectre mantém o ponto mais externo do balanço por mais tempo do que “está em transição” para o outro lado. Portanto, se você estiver comprometido a manter pressionado o botão de disparo, ajuste sua mira assim que a Spectre atingir o ponto mais externo e contrarie o balanço quando ela passar para o outro lado.

Quando você alterna a função de zoom na Spectre, ela reduz ligeiramente o recolhimento e a propagação da arma. No entanto, a frequência de tiro também cai. Em vez de disparar balas a uma taxa de 13,33 tiros por segundo, sua frequência cai para uma taxa de 12 tiros por segundo. A redução de recuo ao mirar com a Spectre é muito pequena. O recuo horizontal e os movimentos da esquerda para a direita são impactados minimamente. No entanto, no modo ADS, a Spectre se torna mais precisa. Deixando de lado o zoom de 1,15 fornecido pela mira, as primeiras balas também possuem maior precisão. O modo ampliado é de longe a melhor opção da arma quando você está preso em um duelo de longo alcance com um oponente.

O que achou dessa arma? Deixe-nos saber, comente abaixo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.